Tratamentos de pele / dermatológicos em Recife / PE

Biopsia de pele, unha, mucosa e cabelo


Biópsia é o nome dado ao ato cirúrgico que se destina à obtenção de um fragmento de pele que será enviado ao laboratório para análise. O médico responsável pela avaliação é um especialista formado em anatomia patológica que emitirá um laudo anatomopatológico. Esse laudo é o resultado do exame que conterá o diagnóstico ou as suspeitas diagnósticas orientadoras da conduta do médico responsável pelo paciente.

A biópsia deve ser realizada para firmar um diagnóstico suspeito de uma doença. Como a pele é de fácil acesso e doenças de causas diversas podem ter o mesmo aspecto ou, ainda, uma mesma doença pode ter várias apresentações, realizam-se biópsias de pele com freqüência.

O procedimento não é exclusivo da prática dos dermatologistas, sendo realizado em quase todas as especialidades, quando há necessidade.

A escolha do local a ser biopsiado deve eleger o mais representativo da doença suspeita. Assim, nem sempre aquela lesão que deixará do ponto de vista estético um melhor resultado será a escolhida. Nesse momento, a decisão do médico, sem abandonar a preocupação estética, deve ser pela lesão mais adequada para o diagnóstico.

Na medida em que se trata de uma peque na cirurgia, alguns cuidados devem ser segui dos. O paciente deve:

  • se possível, não estar usando anticoagulantes; informar alergia prévia ou não ao anestésico a ser empregado;
  • fazer repouso dependendo do local da biópsia; programar retorno para remoção dos pontos, caso tenha sido suturado;
  • possuir o número do telefone do cirurgião para qualquer intercorrência;
  • usar apenas as recomendações médicas nos cuidados posteriores.

Não é só para esclarecer diagnósticos que se solicita exame anatomopatológico. Imagine que uma pessoa tenha câncer da pele e tenha sido operada dessa lesão. Tanto o paciente como o cirurgião têm necessidade de saber se a cirurgia removeu a totalidade da lesão. E o patologista que dará essa resposta, relatando não só se a lesão foi totalmente removida como também se as margens cirúrgicas foram adequadas ou se há necessidade de nova intervenção cirúrgica para remoção de restos da lesão que porventura tenham ficado.

Existem várias técnicas de biópsia, e seu médico optará pela mais adequada para seu caso. Por outro lado, o paciente deve ser esclarecido a respeito da necessidade e dos procedimentos durante o ato cirúrgico e os posteriores. O diagnóstico deverá ser obrigatoriamente comunicado ao paciente em termos claros, sem tecnicismo.

Algumas doenças da pele, como lúpus eritematoso , epidermólise bolhosa, pênfigos, entre outras, exigem técnicas especiais que podem retardar a resposta ou onerar um pouco mais o paciente em busca da precisão diagnóstica.

Existe uma rotina de trabalho nos serviços de Patologia, demandando um tempo mínimo entre o envio do material e a emissão do laudo. Há situações em que o tempo de entrega do resultado pode ser prolongado para melhor estudo do caso, utilização de técnicas mais refinadas ou mesmo consultas a outros especialistas da área para se chegar a um diagnóstico mais preciso.


Listar outros tratamentos.

agende

a sua consulta

Escolha o melhor dia e turno na semana.

Agendar consulta

tratamentos

e especialidades

Saiba quais são os tratamentos e especialidades oferecidos pela Dra. Sarita Martins.

Conheça

contato

Envie sua dúvida, crítica, sugestão ou elogio.
Informamos que não aceitamos convênios / planos de saúde.